Loading...
Gravidez

O que acontece nas primeiras semanas de gravidez

Além do crescimento da barriga, o corpo da mulher passa por muitas transformações ao longo da gestação. São mudanças bioquímicas envolvendo hormônios, órgãos e até alguns ciclos naturais. Todo o organismo tem de se adaptar para a chegada de um novo ser, que precisa de nutrição, calor e um ambiente saudável para que se desenvolva. Sendo assim, as mudanças já começam a ocorrer desde o momento da concepção, prosseguindo conforme o bebê vai crescendo.

O Início da Gestação

Primeiro mês: é considerado levando-se em conta seis semanas desde o último período menstrual e 4 semanas desde a concepção. Nesse período, ainda não é possível saber ao certo se a mulher está grávida, pois as mudanças em seu corpo não são visíveis. Alguns sintomas podem ocorrer, como: aumento dos seios, a menstruação que não chega, fadiga, variação de humor, ansiedade, choro, vômitos entre outros. A placenta começa a se formar, junto ao saco vitelino e a cavidade amniótica.

No primeiro mês o bebê ainda é muito pequeno, podendo chegar a apenas alguns milímetros e pesar cerca de 1 grama. Contudo, é quando alguns órgãos começam a se formar e a se distinguir uns dos outros, como as células cardíacas que já começam a bater.

Etapas da gestação

O Desenvolvimento da Gestação

Segundo mês: a mãe começa a urinar mais devido ao aperto que o aumento do útero provoca na bexiga. Também há aumento na sonolência e alterações no sistema neurológico.

Terceiro mês: o nível de sangue no corpo aumenta por conta do útero e do bebê, ocasionando veias mais salientes nas pernas, barriga e mamas devido à maior quantidade. Há ganho de peso, entre um e dois quilos.

Quarto mês: a barriga característica começa a mostrar sinais, podendo se sentir leves movimentações do bebê. Enjoos e náuseas tendem a diminuir e desaparecer.

Quinto mês: o útero cresce e o bebê se movimenta mais na barriga. Aumento da frequência cardíaca. Pele, cabelos e unhas passam por mudanças.

Sexto mês: com o aumento do útero, a pele do abdome se dilata e a gestante pode sentir coceiras nessa região. Dores nas costas e varizes nas pernas podem ocorrer por conta da pressão.

Sétimo mês: a mulher pode se sentir mais cansada. O corpo está chegando perto da etapa final de gestação. Lembrando que muitos partos já começam a ocorrer nesse período. Requer cuidados redobrados.

Oitavo mês: o útero cresce ainda mais. Contrações mais fortes. Ambos, mãe e bebê podem ganhar peso.  Há possibilidade de ocorrer dificuldades em se respirar, pois o bebê está perto dos pulmões.

O Final da Gestão

Nono mês: o último mês da gestação traz consigo a produção do leite materno, junto ao aumento das mamas. O corpo se prepara para dar a luz, a estrutura óssea da bacia se organiza de modo a permitir a passagem da criança. Há chance de ocorrer dores nessa região, incluindo a extremidade próxima da coluna lombar. A mãe pode ir mais vezes ao banheiro.

Depois da gestação: em alguns casos leva-se em torno de 3 a 6 meses até o corpo da mulher voltar ao estado normal após o parto. É necessária atenção nesse período, pois o estado emocional da mãe tem a possibilidade de estar fragilizado, podendo desenvolver depressão pós-parto. As mamas continuam grandes para a amamentação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *